ler mais...
24 Agosto 2009

“Flora Andrade”, diz a senhora. “Flora?”, confere a repórter. “Andrade”, insiste a senhora. “Flora Andrade. Então, pode contar-nos a sua anedota, por favor.” E a senhora foi por aí fora. Primeiro, um beijinho ao marido, alvo do seu incomensurável amor. Depois, claro, a piadola. Durante um discurso, José Sócrates pôe-se a enunciar os feitos do Governo. A cada feito, uma senhora grita lá de trás: “Aperta-me as mamas! !Aperta-me as mamas!” Até que um segurança a interpela: “Oh, minha senhora, o que é isso?” Resposta: “É que quando me estão a”… bom, vocês sabem… “eu gosto que me apertem”… Pronto, toda a gente viu, não?

Foi no “SIC Ao Vivo”, aqui há uns dias – e talvez mandassem as regras da crítica lembrar que quem faz televisão assim, acéfala, se sujeita a cenas destas (e que, de resto, quem insiste na participação não editada dos espectadores até está, de alguma forma, a pedi-las). Utilidade nenhuma. Estudam-se as caras dos alarves que se reuniram em torno da anedota, junta-se-lhes a cara da própria repórter (uma daquelas loirinhas das entrevistas de circunstância, muito dada a trejeitos para a câmara) e percebe-se: esta gente gosta disto. O público gosta – e os próprios apresentadores, embora chocados no imediato, não tardam a questionar-se se, apesar de cabeludo, aquele não foi “um grande momento de televisão”.
Tanto quanto posso lembrar-me, foi o pior Verão de sempre. E, caramba: ainda faltam uns dias.

CRÍTICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 24 de Agosto de 2009

publicado por JN às 11:50

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
joel neto

Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974. Publicou “O Terceiro Servo” (romance, 2000), "O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002), “Al-Jazeera, Meu Amor” (crónicas, 2003) e “José Mourinho, O Vencedor” (biografia, 2004). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista, tem trabalhado... (saber mais)
nas redes sociais

livros

"O Terceiro Servo",
ROMANCE,
Editorial Presença,
2000
saber mais...


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
saber mais...


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
saber mais...


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicaçõets Dom Quixote,
2004
saber mais...


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
saber mais...


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
saber mais...

arquivos
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D