ler mais...
10 Agosto 2009

O Relatório de Regulação apresentado esta semana pela ERC é equívoco, e a melhor prova disso é o capítulo dedicado à RTP. Ao centrar-se nos dados estatísticos, insistindo nas cronometragens dos temas cobertos e na contagem das fontes utilizadas, a Entidade Reguladora acaba por só encontrar virtudes na RTP, o que não será propriamente exacto. Entretanto, e ao pretender amenizar os encómios, Azeredo Lopes não consegue outra coisa senão, paradoxalmente, desmentir o estudo que ele próprio fez.
A razão por que José Alberto de Carvalho não percebe o discurso é simples: o discurso não faz sentido. Na melhor das hipóteses, trata-se de uma tentativa de justificar a própria existência da entidade. Se a informação pública for tão claramente melhor do que a privada, como indicam as estatísticas, de pouco serve uma auditoria desta natureza, com este peso institucional e este tipo de custos. Portanto, há que ressalvar: a informação da RTP é mais contida, mais diversificada e mais equitativa do que a da concorrência, mas a sua agenda não tem grandes “marcas distintivas”.
Talvez fosse melhor darmos um saltinho até ao século XXI. Num tempo assim, a que chamámos “globalizado”, o mais natural é a “aproximação das agendas jornalísticas” – e, portanto, o “princípio da distinção”está também na gestão  que se faz da matéria informativa, não apenas na matéria propriamente dita. A acreditar nos números, a RTP gere-a melhor. Porque é que não havemos de conformar-nos com isso?

CRÓNICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 10 de Agosto de 2009

publicado por JN às 23:57

pesquisar neste blog
 
joel neto

Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974. Publicou “O Terceiro Servo” (romance, 2000), "O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002), “Al-Jazeera, Meu Amor” (crónicas, 2003) e “José Mourinho, O Vencedor” (biografia, 2004). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista, tem trabalhado... (saber mais)
nas redes sociais

livros

"O Terceiro Servo",
ROMANCE,
Editorial Presença,
2000
saber mais...


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
saber mais...


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
saber mais...


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicaçõets Dom Quixote,
2004
saber mais...


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
saber mais...


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
saber mais...

arquivos
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D