ler mais...
04 Janeiro 2010

Não vale a pena disfarçar: a integração de Laurence Fishburne no elenco de CSI: Crime Sob Investigação, em 2008, foi sobretudo a procura de um derradeiro fôlego para a série. Responsável por vários dos projectos televisivos mais bem-sucedidos da última década, o produtor Jerry Bruckheimer sabia que CSI não tinha uma estrela com a pinta de Gary Sinise ou o carisma de David Caruso, como tinham respectivamente CSI: Nova Iorque e CSI: Miami. Mas também sabia que ela conservava o romantismo de fundadora do franchise – e decidira só intervir quando se tratasse de permitir-lhe uma última milha de vida.

Pois essa milha vai-se esgotando agora. Embora acabe de ser anunciada a gravação de uma décima temporada, a emitir no próximo ano, CSI: Crime Sob Investigação tem vindo a cair nos gráficos de audiências – e aquilo que começa a ficar claro, por esta altura, é que essa temporada será a última. De resto, percebe-se porquê. Baseadas nos mesmos pressupostos, no mesmo modus operandis e nos mesmos artifícios de realização, CSI e as suas spin-offs já se confundem umas com as outras – e começam a confundir-se também, todas juntas, com uma data de outros seriados que nelas se inspiraram.
Embora continuemos a celebrar a explosão de que a ficção televisiva foi alvo na última década, incluindo narrativas, meios de produção e estrelas envolvidas, a verdade é que a vitalidade desse universo começa a desvanecer-se. Depois de Os Sopranos, CSI, 24, Dr. House e Perdidos, tornou-se imperativo encontrar uma nova direcção no sentido da qual rasgar. Dexter já foi um passo pequeno, Flashforward é um ainda menor – e, entretanto, o aborrecimento vai-se instalando.

CRÓNICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 4 de Janeiro de 2010

publicado por JN às 23:25

pesquisar neste blog
 
joel neto

Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974. Publicou “O Terceiro Servo” (romance, 2000), "O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002), “Al-Jazeera, Meu Amor” (crónicas, 2003) e “José Mourinho, O Vencedor” (biografia, 2004). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista, tem trabalhado... (saber mais)
nas redes sociais

livros

"O Terceiro Servo",
ROMANCE,
Editorial Presença,
2000
saber mais...


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
saber mais...


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
saber mais...


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicaçõets Dom Quixote,
2004
saber mais...


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
saber mais...


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
saber mais...

arquivos
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D