ler mais...
04 Agosto 2009

Olha-se para Os Simpsons (RTP2 e Fox), conferem-se os seus vinte anos de produção ininterrupta e percebe-se o segredo do seu sucesso: o equilíbrio entre o inviolável compromisso para com o mainstream e a militante vocação para rasgar em novas direcções. No fundo, é o exemplo acabado da “cultura popular de qualidade”, essa ilha do tesouro que a música, o cinema e a TV há tantos anos procuram e só ocasionalmente avistam.
Vender um produto não é fácil: exige conhecer o público, identificar os seus desejos e produzir um artigo exactamente à medida desses desejos, por muito pindéricos que sejam. Fabricar um produto de tal grau de qualidade que nem seja preciso vendê-lo para legitimá-lo é ainda mais difícil: exige génio, persistência e bonomia perante a ignorância daqueles que não o reconhecem. O mais difícil de tudo, porém, é isso: criar uma obra que seja ao mesmo tempo vendável sem deixar de ser inspiradora, brilhante sem deixar de ser comercializável.
The Simpsons é assim. Dura há vinte anos pela mesma razão que os filmes de Steven Spielberg ou a música de Leonard Cohen duram há décadas também: porque são capazes, ao mesmo tempo, de entreter, encantar, ensinar e desafiar – e de fazê-lo para pessoas de todas as idades, de todos os extractos sociais e de todos os backgrounds intelectuais. As três primeiras temporadas (portanto 1989, 1990 e 1991) serão recuperadas ao longo do mês de Agosto, na Fox. Melhor aula de história contemporânea seria impossível.

CRÍTICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 4 de Agosto de 2009

publicado por JN às 16:41

pesquisar neste blog
 
joel neto

Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974. Publicou “O Terceiro Servo” (romance, 2000), "O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002), “Al-Jazeera, Meu Amor” (crónicas, 2003) e “José Mourinho, O Vencedor” (biografia, 2004). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista, tem trabalhado... (saber mais)
nas redes sociais

livros

"O Terceiro Servo",
ROMANCE,
Editorial Presença,
2000
saber mais...


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
saber mais...


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
saber mais...


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicaçõets Dom Quixote,
2004
saber mais...


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
saber mais...


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
saber mais...

arquivos
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D