ler mais...
31 Outubro 2009

É uma boa notícia, de certa forma, a chegada de Jorge Lacão à tutela da comunicação social (e, portanto, da televisão). Augusto Santos Silva fez o que tinha de ser feito (e geriu bem, para o seu Governo e para o seu partido, uma série de crises), mas fez também mais do que isso. Em muitos momentos foi, na prática, uma espécie de ministro da Propaganda em tempos de democracia – e Jorge Lacão, até pelo seu perfil mais guerrilheiro e translúcido, terá menos propensão para esse estilo de comunicação.

Mas ainda não foi desta que os media passaram para a tutela do Ministério da Economia – e esse, sim, é o passo que, em algum momento, a democracia terá de dar. Todos o sabemos: os órgãos de comunicação social têm especificidades. Mas o seu grau de especificidade é cada vez menos relevante se comparado com os de uma série de outros sectores da economia, da energia ao turismo, do pequeno comércio à indústria. E, com ou sem RTP e RDP, trata-se igualmente de matéria de natureza económica, não de natureza política.
Para seu próprio bem, e para o bem dos seus consumidores, os media deixarão um dia de ser “especiais”. Nessa altura, serão menos regulados e cometerão talvez mais excessos. Mas serão também mais livres – e, inevitavelmente, deixar-se-ão influenciar menos pela lógica partidarista da nossa vida pública. Cabe a Jorge Lacão provar que se pode “evoluir na continuidade”. Uma gestão da pasta à Santos Silva apenas reforçará o problema.

CRÓNICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 29 de Outubro de 2009

publicado por JN às 17:42

pesquisar neste blog
 
joel neto

Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974. Publicou “O Terceiro Servo” (romance, 2000), "O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002), “Al-Jazeera, Meu Amor” (crónicas, 2003) e “José Mourinho, O Vencedor” (biografia, 2004). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista, tem trabalhado... (saber mais)
nas redes sociais

livros

"O Terceiro Servo",
ROMANCE,
Editorial Presença,
2000
saber mais...


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
saber mais...


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
saber mais...


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicaçõets Dom Quixote,
2004
saber mais...


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
saber mais...


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
saber mais...

arquivos
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D